Qual o Valor Mínimo de Entrada Para Financiar um Imóvel?

O valor mínimo de entrada para financiar um imóvel varia de acordo com a situação, o imóvel, o banco, a região. Mas no geral funciona dessa forma:

O banco irá financiar parte do valor do imóvel, ou seja, a parte que será financiada, é aquela em que você pagará parcelado. O restante torna-se a entrada.

Então quanto fica a entrada? Bom, vamos ver isso na prática. Imagine que o imóvel do seu interesse custa R$128 mil à vista, o banco financiará para você 80%, sobrará 20% que corresponde a R$25.600 que serão a Entrada do imóvel do exemplo. Mas é possível que o banco financie 90%, o que diminuiria a Entrada para R$12.800.

Em contrapartida, você pode conseguir um financiamento menor, de 70%, 60% ou até menos, aumentando assim a entrada que você terá que dar ao adquirir seu imóvel. Parece um valor alto mesmo sendo os 20%? Leia o artigo e descubra formas de suavizar a Entrada!

Quanto Reservar de Entrada para Financiar um Imóvel?

como-financiar-um-imovel

Como citado anteriormente, no mínimo a Entrada será de 10% do valor do imóvel, podendo ser mais é claro.

Então antes de tudo, reserve o máximo de dinheiro que puder, mas não precisa sair cortando tudo o que gosta para economizar, pois é possível Poupar Dinheiro Sem Ficar no Aperto.

A dica é a seguinte, pesquise um imóvel que se encaixe na sua renda, para saber qual se encaixa e fazer uma pesquisa consciente e correta, leia meu artigo sobre Como Ter Uma Casa Financiada Pela Caixa.

Depois que encontrou o imóvel na sua faixa de renda, calcule você mesmo, quanto seria mais ou menos possível Entrada, pegue 10%, 20%, 30% do valor do imóvel.

Junte o máximo que puder, antes de decidir financiar um imóvel. Mas não se preocupe se não conseguir chegar no valor mínimo da Entrada, pois falarei sobre isso mais abaixo.

O Que Fazer Quando Não Disponho do Valor Exigido de Entrada Para Financiar?

entrada-para-financiar-um-imovel

É muito comum as pessoas não terem o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel, pois é realmente difícil juntar tanto dinheiro em meio a tantas despesas diárias certo?

Mas existem algumas soluções e tenho certeza de que algumas ajudarão você. Para ser preciso darei 5 dicas para você conseguir pagar a Entrada do seu imóvel.

Leia todas, pois dessa forma poderá usar mais de uma das dicas ao mesmo tempo, para minimizar mais ainda o impacto da Entrada.

1) Utilize o FGTS na Entrada para Financiar um Imóvel.

Você pode utilizar todo o se FGTS para abater toda ou parte a Entrada, isso facilita demais na aquisição do imóvel, pois dependendo do valor que você tiver de FGTS, pode ser um bom abatimento.

Mas fica a seu critério usar todo ou parte do FGTS, caso você tenha, claro. Mas o FGTS tem outras funções interessantes, se quiser saber mais sobre isso, leia o artigo Como Comprar um Apartamento, lá explico com detalhes a utilização do FGTS.

2) Adquira um Apartamento ou Casa na Planta.

Caso não disponha do valor total e nem tenha FGTS (ou mesmo que tenha), opte por financiar um apartamento na planta. Pois dessa forma você vai demorar para começar a pagar o financiamento (1 a 3 anos) e nesse meio tempo poderá pagar a Entrada parcelada.

3) Tenha uma Renda Extra.

Não fique refém apenas de uma única fonte de renda, principalmente se ela não for suficiente para você poupar um valor razoável. Existem várias formas de se obter uma renda a mais no fim do mês, portanto, para simplificar, listei aqui 7 Formas de Como Ganhar Dinheiro Extra Sem Gastar Nenhum Centavo.

Dessa forma, você não precisa investir nada e terá um bom retorno. Aproveite!

4) Estipule Metas e Objetivos.

Se você não sabe para onde vai, qualquer lugar serve!? Saiba onde você quer estar ou quanto terá daqui 1 ano, 2 anos ou mais. Estipule Metas e Objetivos de vida. Dessa forma seus sonhos se tornam mais palpáveis e se tornam mais fáceis de serem concretizados.

5) Poupe Como Se Já Tivesse um Financiamento.

Se você terá condições de pagar um financiamento de R$300, R$400, R$800 reais, comece então a guardar esse valor agora mesmo. A vantagem, é que depois que começar o financiamento, pagar esse valor mensalmente não terá impactos na sua renda, pois você já estará acostumado a viver com esse valor a menos todo mês.

Mas caso não queira fazer isso agora, existem várias formas de poupar dinheiro. Você sabia que é possível economizar R$6.890 em 1 ano começando com apenas R$5?

É muito simples, e ainda disponibilizei uma tabela para você acompanhar sua economia, leia mais sobre o assunto aqui: Desafio 52 Semanas para Poupar Dinheiro.

6) Subsidio do Minha Casa Minha Vida.

Acima de tudo não poderia deixar de falar sobre o Programa do Governo Federal. Saiba que é possível você adquirir um apartamento em quase qualquer localidade e usufruir do Minha Casa Minha Vida, sem entrar em filas ou esperar por sorteios.

Dependendo da sua região, você pode conseguir até R$45.900 para usar na Entrada do seu Imóvel. Se quiser saber mais sobre o assunto, aconselho que leia meu artigo sobre o assunto, onde falo absolutamente tudo o que você precisa saber para entrar nesse Programa da Caixa.

Poucas pessoas sabem que todos tem direito ao Subsidio do Minha Casa Minha vida. Portanto, compartilhe essa informação.

Minha Casa Minha Vida: Descubra a Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você

Conclusão

Por fim, espero que tenha gostado do artigo e ele tenha ajudado você a entender mais sobre o Qual é o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel.

Peço de coração que siga as dicas que dei para que consiga conquistar seu imóvel sem muitos problemas. Se você precisar da Minha Ajuda Gratuita para Conquistar seu Lar, clique aqui e ajudarei você muito em breve.

Se tiver alguma crítica ou sugestão, por favor comente abaixo. Até o próximo artigo!

Tags: | |

Sobre o Autor

Maria Araújo
Maria Araújo

Maria Araújo - Autora do Blog More Manaus, formada em Letras Português pela Universidade Estadual da Paraíba, Técnica em Transações Imobiliárias pelo SENAC. Atravessou o Brasil para realizar seus sonhos e agora quer ajudar você a conquistar os seus.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.