Ao Decorar o Quarto do bebê, você comete esses erros?

Sem dúvidas, um bebê é algo mágico na vida de qualquer casal. É um misto de alegria, felicidade, ansiedade, nervosismo, medo. É quase uma explosão de sentimentos. Dessa forma, decorar o quarto do bebê ganha muita importância.

É uma das coisas que é gostosa de se fazer e que muitos pais de primeira viagem erram muito.

Se você não planeja com calma, acaba criando um ambiente ruim para seu bebê e para você também. Então, se você está arrumando o quarto do filhote ou está pesquisando ideias do que fazer ou não fazer, primeiro se faça essa pergunta: Será que você também comete esses erros na hora de decorar o quarto do bebê?

O 5º tópico é muito importante e merece uma atenção especial. Vamos ao assunto…

Gastar demais ao decorar o quarto do bebê

Sempre queremos o melhor para nossos filhos, só que muitas vezes podemos exagerar um pouco. Entretanto, lembre-se, para demonstrar amor, não precisa gastar rios de dinheiro comprando de tudo.

Até porque você sabe daquela máxima: bebês crescem, e rápido! Então o que servia ontem, amanhã pode não servir mais. O que era útil e prático, amanhã poderá apenas ocupar espaço.

Gastar dinheiro com móveis planejados, brinquedos e acessórios “daquela marca chique” por exemplo, pode ser um pouco exagerado. Opte por móveis e decoração simples e com preços acessíveis. Pois provavelmente você terá que trocar várias coisas em um curto período de tempo.

Não pensar na distribuição do espaço

Antes de sair as compras, um ponto importante é pensar no espaço disponível para a criança, portanto, não adianta entulhar coisas e mais coisas em um espaço pequeno e deixar o quarto muito carregado.

Você deve deixar um espaço para seu filho se desenvolver e para você interagir com ele. Portanto, um ambiente mais clean, com somente o necessário é a melhor escolha.

Piso de difícil limpeza

Um dos itens mais importantes para o dia a dia, pois a decoração do quarto precisa também ser prática e fácil de limpar. A preocupação vale na hora de comprar revestimentos, itens do mobiliário, papéis de parede e até brinquedos.

Prefira itens que não juntam pó facilmente e que sejam antialérgicos. Então, evite o excesso de bichinhos de pelúcia e o uso de carpetes. Pisos laminados são uma ótima opção, pois acumulam menos sujeira.

Deixar a iluminação em segundo plano

Não tenha somente um ponto de iluminação para o quarto todo, pois pode criar um ambiente desconfortável para o bebê. Espalhe alguns pontos de iluminação pelo quarto.

A luz indireta cria um ambiente mais aconchegante para o momento da amamentação e não incomoda os olhinhos do bebê.

Segurança na hora de decorar o quarto do bebê

Um dos itens principais dessa lista e que devemos pensar bem, pois qualquer móvel ou brinquedo, pode ser um risco. Então, todos os móveis devem ser práticos e revestidos com materiais laváveis e resistentes.

As janelas precisam contar com telas de proteção, o berço não pode ficar próximo de nenhuma janela, mesmo que esteja protegida e nenhum móvel que possa ser usado como “escada” para a criança deve ficar próximo dela.

Outra coisa é escolha dos elementos decorativos dentro do berço. Eles podem servir de escada ou ainda asfixiar seu filho. Seja racional nas escolhas que vão compor o quanto de seu bebê, nem tudo que é “bonito” é de fato seguro e bom para a criança.

Móveis e brinquedos para decorar o quarto do bebê

A proporção dos móveis precisa estar de acordo com o tamanho do quarto. Nada de poltronas gigantes ou camas junto do berço (se ninguém for dormir junto do bebê). É muito importante ter onde armazenar os pertences da crianças, ainda que em estantes e prateleiras.

Na hora de decorar o quarto do bebê, lembre-se de que você circulará o dia todo pelo quarto com uma criança no colo (muitas vezes morta de cansaço!), portanto o ambiente precisa ter uma boa área de circulação, sem interferências.

Outro erro, sem dúvidas, é não considerar a altura da mãe para escolha de cômodas e berços, o que pode gerar desconforto se as medidas não estiverem adequadas.

Apostar em um quarto temático

Por fim, talvez a vontade seja grande de criar um quarto temático. Mas reprima esse desejo (rsrs)

Essa dica vale para mães com bebês ou crianças já grandinhas. Gaste com um quarto temático, somente se você realmente tiver condições e tempo de mudar a decoração de tempos em tempos. Pois se hoje a criança gosta de Power Rangers, daqui alguns meses vai querer Super homem, se hoje gosta de Fronzen, daqui um tempo vai querer Mulher maravilha.

Isso vale para os bebês, pois eles crescem e vão começar a criar suas opiniões. Então, crie ambientes neutros com elementos que agradem as crianças. Conforme a criança for crescendo peça a opinião dela. Afinal, ela passará boa parte da vida naquele ambiente certo?

Agora que você sabe tudo isso, acima de tudo evite você também de cometer esses erros na hora de decorar o quarto do bebê. Proteja seu bem mais precioso e forneça um ambiente confortável e acolhedor.

Se acaso tiver alguma experiência para compartilhar? Comente aqui embaixo. Vou amar ler a sua história. Me siga nas redes sociais.

Tags: | |

Sobre o Autor

Maria Araújo
Maria Araújo

Maria Araújo - Autora do Blog More Manaus, formada em Letras Português pela Universidade Estadual da Paraíba, Técnica em Transações Imobiliárias pelo SENAC. Atravessou o Brasil para realizar seus sonhos e agora quer ajudar você a conquistar os seus.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.